O Caderno da Morte, no CCSP

“Aquele cujo nome for escrito no caderno morrerá”: é a primeira e principal regra do caderno encontrado pelo estudante Raito. O caderno pertence a um Shinigami, um Deus da Morte, e Raito vê aí uma oportunidade de transformar o mundo fazendo a própria justiça, e logo as coisas começam a fugir do controle.

Esta é a trama da peça, que tem por base o mangá Death Note, de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata.

Um montagem linda e moderna, é como eu descrevo O Caderno da Morte. Usa recursos de vídeo, som e iluminação em perfeita harmonia com o trabalho dos atores, eliminando aquela “afetação” que às vezes caracteriza a interpretação teatral, quando a ação do ator é quase o tempo todo o único recurso e foco de atenção. O som dá o clima e os efeitos ideais, as luzes dinamizam as cenas, os vídeos complementam seus significados.

O elenco merece destaque, em especial o “L” de Miguel Atênsia, que impressiona pela expressividade de alguém entre a plena sanidade e a maluquice, o Shinigami de Bruno Garcia (ótimo!) e a Mira de Thaís Bradengurgo, certamente inspirada nas personagens femininas do animes e trazendo mais a aura japonesa da história.

Tudo isso e uma aventura policial contemporânea tornam o espetáculo muito agradável de assistir, do início ao fim. Só me pergunto como conseguem que produções assim boas custem apenas 5 reais.

O caderno da morte
105min / 14 anos
Cia. Zero Zero – Texto: Bruno Garcia e Cia. Zero Zero – direção: Alice K – elenco: Bruno Garcia, Miguel Atênsia, Rudson Marcello, Thais Brandeburgo e Vinicius Carvalho
24/3 a 30/4
Centro Cultural São Paulo
Terça a quinta, às 21h. Sessão extra dia 30/04 às 19h.
R$5,00

6 Comments

  1. Tati Zanon
    01/05/2009 @ 6:41 pm

    Dea,

    Não me lembrava desse teu blog e fiquei impressionada com a qualidade do conteúdo. Parabéns, amiga!

    Achei muita coisa que me interessa, eu gosto muito de arte também (cinema, teatro, artes plásticas…).

    Eu voltei a escrever no meu blog pessoal. Fique a vontade para visitar, seguir, o que quiser.

    Saudades de você! Vamos tentar almoçar um dia desses, trabalhamos tão pertinho atualmente…

    Beijos,
    Tati :)

    Reply

  2. Beta
    17/05/2009 @ 4:16 am

    Eu perdi a peça…. :(
    Sabe se vai passar em mais algum lugar ainda?

    Reply

  3. Arthur
    17/05/2009 @ 8:03 pm

    Eu perdi a peça quando passou por Marília, queria saber se peça ainda será apresentada e onde.

    Reply

  4. deinha
    18/05/2009 @ 12:10 pm

    Olá pessoal, não sei se a peça está passando ainda em algum lugar. Recomendo que procurem na internet pela Cia. Zero Zero ou então pela agência que estava promovendo a peça (http://www.agenciadecultura.com.br/). Obrigada pela visita!

    Reply

  5. eu assisti a peça e recomendo foi o máximo não percam o caderno da morte!
    24/05/2009 @ 9:06 pm

    não percam o caderno da morte ou então em 40s terá uma supersa!

    Reply

  6. Vanderlan da Silva Júnior
    22/11/2009 @ 5:41 am

    21/11/2009. Auditório do Sesc São José dos Campos-sp, 20:00
    O Caderno da Morte
    Há algumas semanas li uma crítica que, resumindo, dizia ser um espetáculo ruim. Onde a mistura de vídeos e projeções exagerava na modernidade e ou uso da tecnologia criando uma apresentação confusa (Festivale 2009). Não pude assistir na época. Guardei apenas a crítica achando que não tinha “perdido” muito.
    Mas ontem eu me encantei com a apresentação. Muito bom! Quando se gosta de teatro e fácil se divertir. Mas, quando nos permitimos desligar/do mundo e ligar/no palco a experiência se torna plena, uma viagem. Adorei O Caderno da morte /zerozero.

    Reply

Comente

Back to Top